MARTA FONSECA
VASO DE ALABASTRO
Emissão Online
 
2017-06-19 00:00:06
Bondade na Justia Divina
E no temais os que matam o corpo, e no podem matar a alma; temei, antes, Aquele que pode fazer perecer no inferno a alma e o corpo. Mateus 10:28.

Quão repugnante a qualquer sentimento de amor e misericórdia, e mesmo à nossa noção de justiça, é a doutrina de que os ímpios mortos são atormentados com fogo e enxofre num inferno eternamente a arder, e de que pelos pecados de uma breve vida terrestre sofrerão tortura enquanto Deus existir!

Onde é que, nas páginas da Palavra de Deus, se encontra este ensino? Perderão os remidos no Céu todo o sentimento de piedade e compaixão, e mesmo os sentimentos comuns de humanidade? Devem tais sentimentos ser trocados pela indiferença do estóico, ou pela crueldade do selvagem? Claro que não. Não é este o ensino do Livro de Deus.

A teoria do tormento eterno é uma das falsas doutrinas que constituem o vinho das abominações de Babilónia. ...

Ao considerarmos em que cores falsas Satanás esboçou o carácter de Deus, surpreender-nos-emos de que as pessoas tenham receio do nosso misericordioso Criador … e até mesmo odiado? CS pág. 394, 395.

Os princípios de bondade, misericórdia e amor, ensinados e exemplificados por Jesus Cristo, são uma transcrição da vontade e carácter de Deus. … Deus executa a justiça sobre os ímpios, para o bem do Universo, e mesmo daqueles sobre quem os Seus juízos são aplicados. …

Os que escolheram Satanás como chefe, e têm sido dirigidos pelo seu poder, não estão preparados para comparecer na presença de Deus. …

Poderiam suportar a glória de Deus e do Cordeiro? De forma alguma. Foram-lhes concedidos anos de graça, a fim de que pudessem formar caracteres para o Céu. Eles, porém, nunca exercitaram a mente no amor à pureza, nunca aprenderam a linguagem do Céu, e agora é demasiado tarde. Idem, págs. 398, 399.

Para o pecado, onde quer que se encontre, “o nosso Deus é um fogo consumidor”. Heb. 12:29. O Espírito de Deus consumirá o pecado em todos quantos se submeterem ao Seu poder. Mas se os homens se apegarem ao pecado, ficam identificados com ele. Então a glória de Deus, que destrói o pecado, tem que os destruir. DN, pág. 80.

Por:
Partilhe:
newsletter
Copyright 2017 Rádio RCS