LABIRINTOS DO VIVER
47 - PSICODAM 7 VIOLÊNCIA DOMÉSTICA
newsletter
2017-07-03 00:00:07
Purificados do Pecado
“Então disse eu: Ai de mim, que vou perecendo! Porque eu sou um homem de lábios impuros, e habito no meio dum povo de impuros lábios, e os meus olhos viram o Rei, o Senhor dos Exércitos!” Isaías 6:5.

Quando o profeta Isaías contemplou a glória do Senhor ficou assombrado, e, esmagado pela noção da sua própria fraqueza e ausência de valor, exclamou: “Ai de mim!”

Isaías tinha denunciado pecados de outros. Agora, porém, vê-se a si mesmo exposto à mesma condenação que pronunciara sobre eles. Tinha-se contentado com cerimónias frias e sem vida, no seu culto a Deus. Não tinha tido a noção disso até que o Senhor lhe deu esta visão. Quão pequenos considera agora a sua sabedoria e os seus talentos à medida que considera a santidade e majestade do santuário. A forma como se vê a si mesmo pode ser expressa na linguagem do apóstolo Paulo: “Miserável homem que eu sou! Quem me livrará do corpo desta morte?” Rom. 7:24.

“Mas um dos serafins voou para mim trazendo na sua mão uma brasa viva, que tirara do altar com uma tenaz; e com ela tocou a minha boca, e disse: Eis que isto tocou os teus lábios; e a tua iniquidade foi tirada, e purificado o teu pecado.” Isa. 6:6 e 7.

A visão dada a Isaías representa a condição do povo de Deus nos últimos dias. Pela fé tem o privilégio de ver a obra que está a ser realizada no santuário celestial. … À medida que olham pela fé para o interior do lugar santíssimo, e vêem a obra de Cristo no santuário celestial, percebem que são um povo de impuros lábios – um povo cujos lábios muitas vezes pronunciaram vaidades, e cujos talentos não foram santificados nem usados para a glória de Deus. Bem podem desesperar ao compararem a sua fraqueza e indignidade com a pureza e encanto do glorioso carácter de Cristo. Se, porém, como Isaías, receberem a viva impressão que Deus deseja produzir no coração, se se humilharem diante de Deus, há esperança para eles. O arco da promessa está por cima do trono, e a tarefa atribuída a Isaías será executada na sua vida. 4BC, págs. 1138, 1139.

Por:
Partilhe:
Emissão Online
Copyright 2017 Rádio RCS