RUI NUNES
EU ME RENDO
Emissão Online
 
2017-07-15 00:00:07
O Centro da Sua Obra
Ora, a suma do que temos dito que temos um sumo sacerdote tal, que est assentado nos Cus destra do trono da majestade, ministro do santurio, e do verdadeiro tabernculo, o qual o Senhor fundou, e no o homem. Hebreus 8:1 e 2

A pergunta: O que é o santuário? é claramente respondida nas Escrituras. O termo “santuário”, conforme é usado na Bíblia refere-se, primeiramente, ao tabernáculo construído por Moisés, como figura das coisas celestiais e, em segundo lugar, ao “verdadeiro tabernáculo”, no Céu, para o qual o santuário terrestre apontava. Com a morte de Cristo, terminou o serviço típico. O “verdadeiro tabernáculo”, no Céu, é o santuário do novo concerto. CS, págs. 306

Os lugares santos do santuário do Céu são representados pelos dois compartimentos do santuário da Terra. Em visão, foi concedido ao apóstolo João ver o templo de Deus no Céu e contemplou “sete lâmpadas que ardiam diante do trono.” Apoc. 4:5. Viu um anjo “tendo um incensário de ouro; e foi-lhe dado muito incenso, para o pôr com as orações de todos os santos sobre o altar de ouro, que está diante do trono.” Apoc. 8:3. Aqui foi permitido ao profeta contemplar o primeiro compartimento do santuário no Céu; viu lá “sete lâmpadas” ardendo e o “altar de ouro”, representados no santuário da Terra pelo castiçal de ouro e pelo altar do incenso. De novo “abriu-se no Céu o templo de Deus” (Apoc. 11:19). E viu no interior, além do véu, o lugar santíssimo. Viu ali “a arca do seu concerto”, aqui representado pelo receptáculo sagrado construído por Moisés para guardar a Lei de Deus. ...

Moisés tinha construído o santuário terrestre segundo o modelo que lhe foi mostrado. Paulo ensina que aquele modelo era o verdadeiro santuário, que está no Céu. Idem, pág. 305.

Quando Cristo ascendeu ao Céu, subiu como nosso Advogado. Temos sempre um Amigo no tribunal. Ms 76, 1897.

Por:
Partilhe:
newsletter
Copyright 2017 Rádio RCS