LABIRINTOS DO VIVER
47 - PSICODAM 7 VIOLÊNCIA DOMÉSTICA
newsletter
2017-07-22 00:00:07
Os Nossos Olhos Fixos em Cristo
“Ah! Deus nosso, porventura não os julgarás? Porque em nós não há força, perante esta grande multidão que vem contra nós, e não sabemos nós o que faremos; porém, os nossos olhos estão postos em Ti.” II Crónicas 20:12.

“Eu continuei olhando”, diz o profeta Daniel, “até que foram postos uns tronos, e um Ancião de dias Se assentou: milhares de milhares O serviam, e milhões de milhões estavam diante d’Ele: assentou-se o juízo, e abriram-se os livros.” Dan. 7:9, 10.

Assim foi apresentada, em visão, ao profeta, o grande e solene dia em que o carácter e a vida dos homens passariam em revista perante o Juiz de toda a Terra, e cada homem seria recompensado “segundo as suas obras”. O Ancião de dias é Deus, o Pai. … É ele, a fonte de todo o ser e de toda a Lei, que deve presidir ao juízo. E santos anjos, como ministros e testemunhas, em número de “milhares de milhares, e milhões de milhões”, estão presentes nesse grande tribunal.

“E eis que vinha nas nuvens do céu Um como o Filho do homem: e dirigiu-Se ao Ancião de dias, e O fizeram chegar até Ele. E foi-Lhe dado o domínio e a honra, e o reino, para que todos os povos, nações e línguas O servissem: o Seu domínio é um domínio eterno, que não passará.” Dan. 7:13, 14. A vinda de Cristo aqui descrita não é a Sua segunda vinda à Terra. Ele vem ao Ancião de dias, no Céu, para receber o domínio, a honra, e o reino, os quais Lhe serão dados no final da Sua obra de mediador. É esta vinda, e não o Seu segundo advento à Terra, que foi predita na profecia como devendo ocorrer ao terminarem os 2300 dias, em 1844. Assistido por anjos celestiais, o nosso grande Sumo Sacerdote entra no lugar santíssimo, e ali comparece na presença de Deus a fim de Se entregar aos últimos actos do Seu ministério em prol do homem: realizar a obra do juízo de investigação e fazer expiação por todos os que se verificar terem direito aos seus benefícios. CS, págs. 351, 352.

O povo de Deus deve agora ter os olhos fixos no santuário celestial, onde … o nosso grande Sumo Sacerdote … está a interceder pelo Seu povo. Ev., pág. 223.

Em breve seremos pesados na balança do santuário, e contra os nossos nomes se registará o juízo retributivo. ST, 21-9-1891.

Por:
Partilhe:
Emissão Online
Copyright 2017 Rádio RCS