MARTA FONSECA
VASO DE ALABASTRO
Emissão Online
 
2017-07-26 00:00:07
Um Julgamento Anterior
Os pecados de alguns homens so manifestos precedendo o juzo; e em alguns manifestam-se depois. I Timteo 5:24.

A obra do juízo investigativo e a extinção dos pecados deve ter lugar antes do segundo advento do Senhor. Uma vez que os mortos são julgados pelas coisas escritas nos livros, é impossível que os pecados dos homens sejam cancelados antes de concluído o julgamento em que o seu caso deve ser investigado. … Quando se encerrar o juízo de investigação, Cristo virá, e o Seu galardão estará com Ele para dar a cada um segundo for a sua obra. CS, pág. 355.

Todos devem ser julgados de acordo com as coisas que estão escritas nos livros, e recompensados de acordo com as suas obras. Este julgamento não ocorre por ocasião da morte. ST, 16-4-1885.

No culto típico, o sumo sacerdote, depois de ter feito expiação por Israel, saía e abençoava a congregação. Assim Cristo, ao terminar a Sua obra de mediador, aparecerá “sem pecado, … para salvação” (Heb. 9:28), a fim de abençoar com a vida eterna o Seu povo que O espera. Tal como o sacerdote, ao remover os pecados do santuário, os confessava sobre a cabeça do bode emissário, também Cristo colocará todos esses pecados sobre Satanás, o originador e instigador do pecado. O bode emissário, levando os pecados de Israel, era enviado “à terra solitária” (Lev. 16:22). De igual modo Satanás, levando a culpa de todos os pecados que induziu o povo de Deus a cometer, estará durante mil anos circunscrito à Terra, que então estará desolada, sem moradores e sofrerá finalmente a pena completa do pecado nos fogos que destruirão os ímpios. CS, pág. 355.

Poucos, sim, apenas poucos, do imenso número dos que povoam a Terra serão salvos para a vida eterna, enquanto que as multidões que não aperfeiçoaram o carácter na obediência à verdade serão destinadas à segunda morte. 2T, págs. 401 e 402.

Cristo … não despreza ninguém. Ele, que não pôde ver seres humanos sujeitos à ruína eterna sem entregar a Sua vida à morte por eles, contemplará com piedade e compaixão todos os que reconhece que não se podem salvar a si próprios. PJ, pág. 157.

Por:
Partilhe:
newsletter
Copyright 2017 Rádio RCS